terça-feira, 15 de julho de 2008

Bolas de Berlim (sem creme)

E durante duas semaninhas de férias, em que os senhores e senhoras que vendem bolas de Berlim na praia são mais que muitos, e em que era impossível não se ouvir a palavra: "Bolaaaa", a minha filha lembra-se de me pedir uma. Aqui, a burra da mãe que por ela nunca querer doces e porque dias não são dias, compra-lhe uma.
Resultado: todos os dias era uma choradeira porque queria uma bola. Ora eu que estava de férias, e sem paciência para birras, pouco me importei com a quantidade astronómica de açúcar que aquilo tem, e lá lhe fui comprando.

Mas tenho de dizer, que isto para mim é uma revelação. Já que eu sou daquelas mães que não dá nada de doces aos miúdos. E quando digo nada, é nada. Nem um gole de sumo, nem uma goma. O que ela tem comido ou bebido até agora é sempre fora de casa, e porque alguém lhe dá.

Por isso comer bolas de Berlim assim, é coisa para ficar registado!!

6 comentários:

Rita (a minha pequena lua) disse...

deixa lá... férias são mesmo férias, mas para te falar verdade, eu tb não sou muito apologista de dar doces aos miudos e raramente dou à minha... quando dou é tipo uma gelatina ou muito de quando em quando, um chupa chupa.

Monica disse...

Lá em casa é assim.
Mas fizeste bem em dar-lhe esa "prenda" nas férias, de vez em quando não faz mal ;)
Beijocas

Mother_24 disse...

Eu tb ainda tou para perceber qual é a noia dos putos primeiro não tocam em doces, depois só comem doces, mas é que só querem comer é só doces pá!!

vá se lá perceber estas cabecinhas pensadoras, ai...

mas... e tu quantas bolas de berlim comestes tu eheheheh

Silvia disse...

Fizeste bem, as férias também servem para isso, quebrar algumas regras. O João costuma fazer o mesmo.
Beijinhos

Rita disse...

e a tua mãe é q n achou mta piada ,não....looool

Márcia Carvalho disse...

se calhar foi por isso mesmo, a miúda esta a tirar a barriga de misérias.