quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Bater nas criancinhas

ora devido a um certo blog e a tanta critica de tanta gente em relação a um post sobre bater na filha.

Eu admito com todas as letras: Eu já bati e bato nos meus filhos!!!!

Existe hoje em dia muita dificuldade em assumir tal acto. Deve-se pensar que demonstra falta de amor,desrespeito,violência,que ficam traumatizadas,blá blá blá

A minha filha(4anos) devido à sua personalidade,não foi muito de apanhar,agora ele(2anos)......

Sim,já levou muitas palmadas,palmadas é palmadas,não é festinhas! Já inclusivé apanhou uns estalos(não,não gosto de estalos,mas por vezes no fervor da coisa.....).Já me conseguiu meter fora de mim ao ponto de eu disser muita barbaridades desta boca para fora.


Sim,obviamente não sou uma mãe perfeita(se assim fosse,não faria parte deste blog:P).Não existe mães perfeitas.Ninguém é perfeito!!

Já errei muitas vezes e já pedi desculpas aos meus filhos(ainda ontem lhe pedi a ele,por acaso :P).

Mas não há que ter medo e dizer: "Ah,eu não bato aos meus filhos." ou "dou uma ou outra palmada mas nada de especial".
Só tenho a dizer que: ou têm uns filhos com um feitio e comportamento exemplares,ou muito medo em assumir esses actos!!!!

Provérbios 13:24 “Aquele que poupa a vara aborrece a seu filho; mas quem o ama, a seu tempo o castiga.”



(Tâ,começo a deixar de ser cobarde.... bem,afinal também já estou com idade para isso,certo?:P)

12 comentários:

Tânia disse...

Bem, já li a grande discussão que por aí anda, mas mantive-me de lado. Aqui o castigo tem, em regra, resulta, ultimamente de uma forma até imediatíssima. Admito no entanto que da maneira como o post que criou tanta controvérsia foi escrito, parecia quase que se falava em espancamento. Eu não sou, tu sabes, pessoa de opinar sobre esse tipo de assuntos, mas acho que a flor dos nervos da moça transpareceu no texto e quando o li quase me deu a sensação que ela deu uma sova do caraças à miúda. E isso chocou-me.

Silvia disse...

SEi ao q te referes...n sou perfeita mas sei q há maes mais perfeitas q outras e eu espero vir a merecer estar no grupo das primneiras... acho q em nome da educação e do mau feitio dos pequenos nem tudo se justifica e se é verdade q já dei algumas - n tão poucas assim - palmadas no rabo e pernas da catraia, não tolero e nem ficaria de bem c a minha consciencia se visse alguem fazer mais do que isso. Uma coisa é dar palmadas, outra é dar sovas. Desculpa mas n concordo c esse tipo de comportamentos. Qd se escolhe trazer ao mundo estes pequenos seres, tb escolhemos dar-lhes a melhor educação. Isso n passa por violencia. O nosso exemplo é por demais importante naquilo em q se vão tornar.

Mother_24 disse...

xi pá, mas o assunto já chegou aqui tb... fonix, que esta gente quando dá em ser chata, consegue mesmo (não me estou a referir a ti ritinha :D)

eu tb assumo que bato no meu filho, ora se ele tb me bate a mim, ia ficar a lhar pra ele não... uma palmada um estalo não faz mal a ninguém e não é violencia, é educação!!
Talvez se alguns adultos um dia levassem algumas palmadas bem dadas, tb ganhavam mais juizo!!

jocas

Amores Perfeitos disse...



Eu sei que muita gente se chocou mais pela maneira como ela escreveu,mas também percebi perfeitamente o que ela quis passar,até porque porque me revi naquele papel(não de comer,porque aqui em casa não é preciso:P).Se calhar por perceber perfeitamente não me chocou porque percebi bem o que ela quis dizer.Devo ter sido a única....:S(LOL)


Silvia:
Nunca nenhum de nós estará sequer perto da perfeição...para mim,há más mães( e todos os dias na tv deparamo-nos com essa amostra) e boas mães.Uma boa mãe se for preciso bate no filhos, se for preciso castiga,pede desculpa, grita,zanga-se, dá colo...faz o bem e o mal.

para mim bater não significa ser má mãe ou ficar no grupo que chamas de mães menos perfeitas.


Não estamos a falar de sovas,espancamentoetc...isso são outras águas!!!

Aqui em casa por exemplo o castigo resulta com ele e palmadas não e se já apanhou muitas vezes?? Já!!!

com ela o castigo não resulta,mas uma palmada sim(o que é raro ela precisar...)


o educar um filho passa também por saber dar uma boa palmada QUANDO É PRECISO!!!!


uns precisam mais do que outros e eu tenho bem esse exemplo cá em casa(apesar que agora os castigos andam a dar os seus frutos,com posteriores pedidos de desculpa e tudo...eheheheh)


como concordo contigo na ultima frase,mas acrecentaria que também passa pela educação que lhes damos.

E como dizia a minha avó:uma BOA palmada no momento certo,nunca fez mal a ninguém!!!

Respostas dadas com todo o respeito a cada uma de vocês!!

quem está no convento é que sabe o que vai lá dentro!!!!

LOOOL

Amores Perfeitos disse...

é verdade Mother essa de ele te bater o meu também o faz.Mais uma vez tenho 2 casos Bem diferentes cá em casa.Se com ela com 1 ano e pouco me levatou a mão eu deu lhe uma palmada(por acaso desta vez foi mais uma festa que palmada..) na mão e expliqui lhe que não se fazia,etc, etc

No caso do puto.... bem...continua a levantar a mão. Demorámos meses para conseguir o acto de bater,que era constante,agora ainda estámos no levantar-nos e mão e ainda nos chama a atenção que tem a mão levantada.....


feitiozinho....

Silvia disse...

ta assumi q dou palmadas... e mts ... mas n é disso q estamos a falar pois n rita?

Amores Perfeitos disse...

Sivia: oh silvia vai lá ao gmail para falarmos:P

rita disse...

Esclareçam-me, onde é q está o post da polémica que eu não o vi?? Ando mesmo a dormir...

carla disse...

Rita eu tb dou palmadas, n dou todos os dias, nem todas as semanas, nem todos os meses, mas dou palmadas e assumi isso lá, uma ou duas palmadas dou sim e n sou contra, mas agora dar 6, 7 ou 8 palmadas de uma vez, desculpa-me mas é um abuso e é violência sim! Estalos acho que dei um a ele e arrepnedi-me para o resto da vida e pedi-lhe imensa desculpa. E continuo a achar que n se falava de uma ou duas palmadas bem dadas, pq dar 6 palmadas bem dadas é sova!

Rita disse...

Carla por acaso 6 ou 7 seguidas nunca dei... já dei umas 2,máximo 3seguidas mas BEM dadas.

Independentemente disso não acredito ou não quero acreditar que tenha sido uma sova ou considerado sova...:S

por exemplo ainda ontem a minha filha que raramente apanha,apanhou uma no rabo. com ela basta uma que funciona perfeitamente,mas quando é preciso, quando é ultrapassada totas as tentativas de conversação, de respeito dela por mim,de parvoice, apanha...


Uma palmada na hora certa é bem dada.

O que eu tb quero mostrar com o meu post é que eu tenho a plena noção que hoje em dia mtos pais não batem nos filhos por possiveis sentimentos de culpa. Pensam q podem ficar traumatizadas, passam pouco tempo com os filhos e sentem-se já de sim culpados, quanto mais ainda bater. Eu dou uma palmada aos meus filhos semre que é preciso. Podem-se passar 2 ou 3 dias sem dar nenhuma, como podem no mesmo dia apanhar va´rias vezes e durante vários dias... depende....mas não vivo em função do pensar ou do que é que os outros pensariam.

e apesar de eu ser adepta do bater(não estamos a falar de sovas, mas também não estamos a falar de festinhas),não me acho pior mãe ou que os meus filhos sejam menos felizes.....mas ai está cada pai sabe como educar os seus filhos e cada pai e mãe são diferentes e sabem o que é melhor para os seus filhos.

Maria disse...

São opções e maneiras de lidar com eles.. ÁS vezes uma palmada bem dada tem um efeito certo.

Ninguém tem de julgar..

um bjnho.

Rita (a minha pequena lua) disse...

Rita, eu tb percebi perfeitamente o que ela quis dizer no post e como comentei lá, não me chocou, só aconselhei a tentar ter mais calma, mesmo sabendo que era dificil no quente da coisa. EU TB BATO NA MINHA... já levou umas palmadas no rabo e já disse que doeu... na cara nunca, mas no rabo e na perna e na mão... ui... e eu acho que uma palmada dada na altura certa só faz é bem. aliás, como tu dizes, por vezes no quente da coisa batemos sem ser o mais acertado, mas nenhuma de nós é perfeita... e além disso, cada uma faz o melhor que pode e sabe e cada uma é que sabe como deve educar o seu filho, por isso, não há que criticar quando acontecem umas palmadas... eu só critico mesmo em situações de violência e de negligência... ai não suporto e choc-me imenso. Posso dizer-te que me revolta, trabalho em meios muito maus e vejo muito disto e é horrivel, mas neste caso concreto, foi apenas uma situação de desespero, que terminou com a paciência da mãe, só isso... já me aconteceu tantas vezes... mas tb sei que por vezes, se parar para pensar antes de agir, acabo por ter mais paciência com a minha filha e não lhe dar tantas palmadas... no entanto, nem sempre tenho este sangue frio e nem sempre estou disponivel para isto...