domingo, 26 de outubro de 2008

Dormir com os papás, quando?

Antes de começar a escrever este post digo já que a miúda ainda dorme no mesmo quarto que eu. Muitas vezes comigo (por opção). Que quando vai para o pai dorme com a tia, e na maioria das vezes com a avó (senão sempre). Com o pai não sei de dorme, mas com o mau dormir dele, duvido. É bem capaz de ainda fazer umas sonecas agarrada a namorada do pai.
Ahh e já tem dois anos e meio!

Pronto já disse!

Agora vamos lá à grande questão. Em que idade deveremos meter os miúdos a dormir sozinhos no quarto deles? Na teoria eu digo: aos 4 meses. Na prática digo: depende! Depende de cada caso, de cada criança.

A M. com 4 meses dormia sozinha na cama dela, no quarto dela. Mas com as mudanças que fomos tendo, e com o facto de ela ter estado tantas vezes doente, e eu já nao aguentar mais me levantar de noite, pela centésima vez, começei a deitá-la comigo. E passou um dia, e outro e outro...E ela deixou de conseguir adormecer sozinha. Algumas pessoas que me rodeiam dão-me cabo da cabeça. Dizem que a miúda vai ser muito carente, medrosa, com baixa auto estima, bla bla bla.
Ora eu cá nao entendo muito bem, como é que os filhos dormirem com os pais os torna mais carentes.
Hoje a M. se quer ir para a cama, vai. Tenho de estar ao lado dela até adormecer. O que pode durar 5 minutos, como 20. Depende do quanto cansada está.

Se esta é a melhor opção, não sei! Vamos lá ver se a gaiata se tornará numa miuda bem sucessida, ou uma pobre coitada que nem vai conseguir sair de casa.
Aquilo que eu sei, é que mais uma vez adoro estes fundamentalismos da maternidade...

E por isso agora, se me dão licença são duas da manhã e vou ali me meter na cama da minha filha :P

20 comentários:

Tânia disse...

Olha, para mim, o facto de eles dormirem com os pais é sobretudo mau por afectar a intimidade dos pais, mais nada. O resto é muito relativo. A L dormiu no nosso quarto até aos 13 meses. Mamava de noite e era o que mais me faltava andar a levantar-me a meio da noite, tendo no outro dia de acordar cedo para trabalhar. Aos 13 meses mudou, ela não se ressentiu minimamente e foi uma altura em que já só mamava de manhã. Com o A logo decidimos, por precaução, que dormiria no nosso quarto até aos 6 meses. E como é um chatinho, dorme metade das noites na nossa cama, ao contrário da Leonor. Mudá-lo de quarto agora seria o caos, para mim, porque ele mama de noite e tem noites em que mais do que uma vez... Quanto à história da baixa auto-estima e tal... Olha, a minha irmã mais nova dormiu com os pais até aos 8 anos e nunca notei que isso a tivesse perturbado. Cada um sabe de si, é o que é.

Rita disse...

pois é só mesmo por uma questão de intimidade do casal....


A B. mudei aos 12/13 meses ja dormia a noite toda e a n dava trabalho...


O D. foi mais complicado e foi por uma razão diferente emas tb foi lá para os 17 meses qq coisa por aí....


acho q deve ser qd achamos e ponto final Paragráfo!!!!


e há lá coisa melhor q dormir agarradinhos a eles????
eu bem tento por vezes deitar me com os meus mas mandam me logo embora....:S

Sofia disse...

Eu nunca dormi com os meus pais, não sei se é por isso mas torno-me muito avessa a dormir com qualquer pessoa, faz-me confusão, nunca fui miúda de dormir com as amigas por opção própria. O meu filhote dorme no meu quarto e no berço dele mas se há coisa que me dá prazer é ir buscá-lo, logo de manhã quando ele acorda, e enfiar-me na cama com ele, sabe tão bem! Ainda dormimos assim umas duas horinhas os dois ehehe.
Acho q isso depende dos pais e principalmente das crianças, mas caramba, mal não deve fazer de certeza ;)
Um beijinho

Miepeee disse...

A B. foi para o quarto dela com 10 meses, quando tinha 2 anos comecou a pedir para dormir uma noite comigo, e mais uma e quando dei por isso ja nao saia de la.
Nao me parece que faca mal algum. Parece-me que de um momento para o outros apareceram umas quantas pessoas entendidas na materia sobre como se educar as criancas e o que nao se deve fazer, etc, etc.
Antigamente quantas criancas dormiam com os pais pk nem sequer tinham quarto? Querem ver que as geracoes anteriores a nossa sao compostas por pessoas com baixa auto-estima ou medrosas?
Nao me parece.
Bom fim de semana.

persiana disse...

Tb sou desnturada porque o Gui dorme connosco no nosso meio!!!
Posso dizer que o tirei do nosso quarto aos 7meses, mas depois era eu que não dormia nem descansava porque ele ainda mama muitas vezes de noite... a solução foi traze-lo de volta pro nosso quarto, como ja nao cabis no berço, dorme na nossa cama!
A intimidade do casal sofre um pouco, mas nao é nada que nao se resolva, a casa tem mais divisões!!!
Beijokas

Jo disse...

Ohh meninas a vida intima dos pais, aqui no meu caso não se aplica :P:P:P

Tânia disse...

Ah tu não me digas que estás a pensar em celibato para sempre? :P

Joana disse...

Isso e uma excelente questão. R. dormia na sua caminha no seu quarto desde os 4 meses. A partir de certa idade começou a chorar para não ir dormir, e a acordar a meio da noite. A solução passou por vir para a nossa cama. Agora adormece na sua cama, e a meio da noite vem para a nossa cama. Por um lado preferia que não o fizesse, por outro sabe-me bem tê-la ali ao pé de mim... A nossa intimidade não tem sido afectada. Há uma corrente nos EUA que defende que a família deve toda dormir no mesmo quarto (co-sleeping). Li montes de coisas sobre isso. Um dos argumentos é que as crianças se sentem mais seguras. Não sei... não ha soluções perfeitas...

Rita disse...

Oh tânia ,claro que ela pensa no celibato....


Não vês que ng a quer, que vai ficar sozinha, que vai ser só ela e a Mi, etc etc.....

é como a história que a Mi não fala percebes???


bichas casmurras é o que dá:P

Sofia disse...

Por acaso o Miguel dorme no quarto dele desde os 2 meses, mas porque eu não dormia nada com ele ao pé de mim...
Mas não me faz nenhuma confusão que pais e filhos durmam juntos, se dormem bem assim é lá com eles :)
Bjocas

Monica disse...

E aposto que dormiram muito bem até de manhã ;)
Beijocas

cris ferreiro disse...

O Gui dormiu no nosso quarto até aos 33 meses ou seja até há pouco de 3 meses. Mudámo-lo quando a Lara estava para nascer. As primeiras noites foram dificeis para ele adormecer mas depois ficava até de manhã. Agora, se o mandamos para a cama (DELE), ele vai direito ao quarto dele e não à cama de grades no nosso quarto onde dorme agora a irmã. também dormiu muitas vezes connosco, ora por causa da mama ou porque estava doente.
Gosto muito do vosso blog. Mostra que existem ainda mães que educam os filhos sem seguir todos os livros de pericultura que existem no mercado. LOL
Beijos

cris ferreiro disse...

* puericultura, sorry...

Loira disse...

O meu filho dormiu no nosso quarto até aos 15 meses mais por preguiça nossa do q por outra coisa. Adaptou-se lindamente ao quarto dele (logo na 1ª vez q foi para lá), adormece sozinho e sem problemas. Em relação à intimidade, como já lia algures por aí, acho q só torna os pais mais criativos... se bem q admito q possa prejudicar.
GAranto q o meu filho pode ter muitos defeitos, mas inseguro é q não é.

Quicas disse...

Nunca pensei muito nisto até ver aqui, na blogsfera, mães a falar que os petizes dormem na mesma cama com os pais. Acho que sempre tive medo...pelo menos quando são pequenas, tenho receio de que se metam no meio de nós e vão descendo, sei lá. A Flor mudou-se para o quarto dela (no andar de baixo, e o nosso em cima) aos 8 meses...a mesma altura que estou a pensar mudar a Cloe (quando viermos da honeymoon).
O que começou a acontecer connosco foi que a Flor, aos fins de semana, começou a vir para a nossa cama, por opção nossa, com ela já mais velha. Acho que pela altura que estava grávida da Cloe (Flor com 15/16 meses).
Há dois anos tive na minha sala na escola uma bebé com 1 ano, com uma irmã mais velha (9 anos) que dormiam todos na mesma cama; eram ingleses, defensores do co-sleeping. Não sei se acho bem ou não, cada um sabe de si. No meu caso é mesmo por galinhice...
Mas agora contigo, bolas, do que conheço a Mi nem por sombras acho que vá ser carente ou medrosa por dormir com a mãe; ela é tão despachada e independente. Vocês serão sempre a companhia uma da outra, pelo que não vejo porque não dormirem juntas. Ai, e deve saber tão bem. (por cá as sestas ao fim de semana também são na nossa cama, pai, mãe e Flor...lá está, ainda não me atrevo a pôr a Cloe no meio de nós).
Mas pronto, já disse. Acho que não os torna mais ou menos carentes, nem alteia ou baixa a sua aoto-estima. E é o que eu digo, tudo tem o seu tempo. Ninguém chega a adulto a chuchar, a dormir com os pais nem a usar fralda. Aproveita...daqui a uns tempos vais querer que durma contigo e ela já não vai querer.

bjocas (que isto já vai longo!)

Rita (a minha pequena lua) disse...

na minha opinião, o eles dormirem com os pais só é mau no sentido de isso começar a afectar a privacidade do casal e a intimidade. e pronto, depois há aquela questão que quanto mais tempo ela estiver habituada a dormir contigo, mais tempo vai levar a habituar-se a dormir sozinha... mãs não vejo que implicações isso possa ter na auto estima, ou auto confiança da criança... a minha mudou muito cedo para o quarto dela. Mudei-a com 2 meses. Foi para o quarto dela e cama de grades e desde então que dorme lá. Para mim foi óptimo porque deito-a sempre às 9h30 e fecho-lhe a portinha e continuo a fazer a minha vidinha. há noites em que a trago para a nossa cama, principalmente quando acordou de um pesadelo e me diz que não quer ficar sozinha, ou então, quando está mais doentinha... a grande vantagem é mesmo poderes deixa-la no quartinho dela, deitares-te à hora que queres e poderes fazer algum barulho no quarto, acender luzes etc... teres a tua privacidade sempre resguardada.
bj

gosto-muito-de-voce-leozinho disse...

a minha dorme comingo tem 4 anos...e eu não tenho vida intima logooooooooooooooooooooooo....as duas na mesma cama e bem juntinhas

Pirica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
coisinhas disse...

a minha filha tb sempre dormiu na caminha dela e a noite toda mas uma vez ficou doente( a sua 1 vez doente )e foi dormir para a nossa cama...pois é..agora é rara a vez k nao dorme na nossa cama..sinceramente sei k supostamente e pediatricamente(essa palavra acho k acabei de inventar)nao o devia fazer mas e depois?concordo completamente k surge a tal questao de afectar a intimidade dos pais mas olha...quando ha vontade tudo se arranja...arranja se outra maneira e eu sou sincera adoro dormir com ela...quanto ao ir para o seu quartinho k tá lá todo bonitinho??logo se ve...

Marina disse...

O meu reguila desde que nasceu que dormiu na caminha dele mas aos 10 meses começou a ter noites mais agitadas talvez por causa dos dentes e o pai lá o foi buscar para a nossa cama, eu nos dias a seguir dizia para mim, hoje vou pô-lo na cama, mas acabava sempre por o deixar na nossa e assim tem sido, agora lá levo eu com os pés na cara porque o rapaz está sempre a virar-se para procurar o fresco porque tem calor nos pés... ai a minha vida...eu e o pai que nos gabavamos por ter uma cama grande, agora para nós é minima, dormimos cada um à beirinha...